Ambiente pequeno também recebe pets

Animais de estimação criados em lugares pequenos estão sujeitos a sofrer transtornos emocionais. Os tutores devem acompanhar com atenção a adaptação de seus animais em ambientes menores, como apartamentos, pois lugares reduzidos podem fazer que o animal fique obeso ou depressivo.
Para evitar esse tipo de problema uma dica é introduzir à rotina do animal a prática de exercícios físicos. No caso dos cães, o ideal é levá-los para passeios, mesmo que sejam curtos. Já os gatos, apesar de serem diferentes, também podem desenvolver fobias e depressão se ficarem muito tempo trancados dentro de casa. É possível induzir o hábito de passear com os felinos quando ainda são pequenos.
Uma opção para ajudar na adaptação e na qualidade de vida do animal é incluir brinquedos na interação e exercícios lúdicos, que ajudam aliviar o estresse. Para pessoas que possuem uma rotina muito corrida e quase não ficam em casa, existem creches apropriadas para animais, que contam com uma programação e atividades que estimulam a interação com outros animais.
Estar atento a essas necessidades é fundamental para a boa saúde física e mental do animal.