Biden anuncia pacote de estímulo de quase US$ 2 trilhões

ads

Para revitalizar a maior economia do mundo em meio à pandemia, "Plano de resgate americano" apresentado pelo presidente eleito inclui auxílio a desempregados e escolas e investimento na vacinação.

O presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, anunciou nesta quinta-feira (15/01) que vai propor ao Congresso um pacote de estímulo econômico no valor de 1,9 trilhão de dólares para acelerar a vacinação contra a covid-19 e auxiliar financeiramente indivíduos, estados, governos locais e empresas que sofrem os efeitos da pandemia.

Chamado de "Plano de resgate americano", o pacote de ajuda inclui 415 bilhões de dólares para impulsionar a resposta ao coronavírus e a vacinação contra a covid-19, cerca de 1 trilhão de dólares em alívio direto às famílias, e cerca de 440 bilhões de dólares para pequenas empresas e comunidades particularmente atingidas pela pandemia.

O plano foi apresentado num momento em que o país, politicamente dividido, enfrenta a mais perigosa onda da covid-19 até agora. Até o momento, mais de 388 mil pessoas morreram da doença nos EUA. Mais de 965 mil se registraram como desempregados na última semana, sinalizando que a alta das infecções tem forçado empresas a demitir.

Durante a campanha eleitoral, Biden prometeu levar a pandemia mais a sério do que o presidente Donald Trump, e o pacote apresentado tem como objetivo transformar a promessa em ação e revitalizar a maior economia do mundo.

"Uma crise de sofrimento humano profundo está à vista de todos, e não há tempo a perder", disse Biden ao apresentar a proposta nesta quinta. "Temos que agir e temos que agir agora."

Empresas, desempregados, escolas

A proposta de Biden inclui pagamentos diretos de 1.400 dólares para grande parte do americanos, que se somariam aos 600 dólares pagos como parte do pacote anti-covid de 900 bilhões de dólares aprovado pelo Congresso no mês passado – totalizando 2 mil dólares, valor defendido tanto por Biden quanto por Trump, que classificou o pacote aprovado pelos legisladores de uma desgraça.

Com quase 11 milhões de pessoas desempregadas em todo o país, os benefícios suplementares para desempregados também aumentariam, dos 300 dólares por semana atuais para 400 dólares, e seriam estendidos até setembro.

A moratória para despejos e execuções hipotecárias também seria estendida até setembro, e seria concedido auxílio para aluguel. Biden também quer que o Congresso aprove um aumento do salário mínimo para 15 dólares a hora.

Biden pretende ainda garantir a reabertura de escolas. Seu plano prevê 50 bilhões de dólares para expandir os testes de covid-19, o que é visto como chave para reabrir a maioria das escolas até o final dos primeiros 100 dias do novo governo. Cerca de 130 bilhões de dólares seriam alocados para ajudar as escolas a reabrir sem correr o risco de contágio.

Vacinação

Biden pretende ainda alocar 20 bilhões de dólares adicionais para a vacinação contra a covid-19, incluindo a instalação de centros de vacinação em massa e o envio de unidades móveis para áreas remotas. A verba se somaria aos 8 bilhões de dólares já aprovados pelo Congresso.

"As vacinas oferecem tanta esperança.... mas o início da vacinação nos Estados unidos tem sido um fracasso desolador até agora", disse Biden, acrescentando que, na sexta-feira, ele apresentaria seu plano para vacinar 100 milhões de americanos em 100 dias após sua posse.

"Este será um dos esforços operacionais mais desafiadores que já empreendemos como uma nação. Teremos que mover o céu e a terra para que mais pessoas sejam vacinadas", disse.

Boas chances no Congresso

Com os democratas no controle tanto da Câmara dos Representantes quanto do Senado, o novo presidente, que assume o cargo em 20 de janeiro, terá boas chances de que seu plano seja aprovado. Seria o terceiro grande pacote de estímulo aprovado em meio à pandemia nos EUA.

O líder democrata no Senado, Chuck Schumer, e a presidente da Câmara dos Representantes, Nancy Pelosi, abraçaram o plano de Biden, prometendo leva-lo à votação.

"Iniciaremos os trabalhos imediatamente para transformar a visão do presidente eleito Biden em uma legislação aprovada em ambas as casas e transformada em lei", disseram numa declaração conjunta.

Membros da equipe de transição da Casa Branca afirmaram que Biden pretende apresentar mais um pacote de recuperação nas próximas semanas.

ads
ads

Você pode gostar

Vídeos Quentes
ads
Nas noticias
Carregar Mais
ads
×

Powered by WhatsApp Chat

× Fale conosco pelo whatsapp!