Bolsonaro cobra autoridades sobre volta gradual do futebol brasileiro

ads
A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) determinou a paralisação das atividades futebolísticas em 15 de março por conta da pandemia do Coronavírus. Desde então, clubes, federações e jogadores conversam sobre férias, extensões de contratos e salários. Desde então o Presidente Jair Bolsonaro foi contra a paralisação. Hoje (27/04), o capitão voltou a demonstrar o interesse na volta dos campeonatos.
Segundo o presidente, o governo busca um parecer do Ministério da Saúde para liberar, com as devidas precauções, o retorno aos gramados. “Fui procurado por algumas autoridades do futebol, está sendo trabalhado neste sentido, conversei com um técnico neste final de semana, lá no Rio Grande do Sul, que foi favorável, primeiramente, a não ter (partidas), porque a contaminação acontece no vestiário, e agora é favorável (ao retorno)”, disse.
O argumento do presidente é: “Só não deixar tanta gente no vestiário”. A ideia inicial é liberar treinamentos e jogos com portões fechados. A questão econômica, dada pela queda de empregos e redução de salários, é a preocupação de Jair. A “Flamengo e Palmeiras têm folha próxima de R$ 15 milhões, times de segunda divisão, uma parte vai ser extinta. Pelo que me consta já estão fazendo acordos para jogador ganhar 60%, 50%, 40% do que ganham, não tem receita, bilheteria, não tem televisão”, afirmou.
ads
ads

Você pode gostar

Vídeos Quentes
ads
Nas noticias
Carregar Mais
ads
×

Powered by WhatsApp Chat

× Fale conosco pelo whatsapp!