Consumidor ganhou!

Finalmente teremos mais voos, mais qualidade, melhores preços… Enfim, teremos concorrência e muito mais opções. O Senado Federal aprovou o Acordo de Céus Abertos Brasil-Estados Unidos, definido pelo Projeto de Decreto Legislativo (PDS) 5/2018. O acordo agora precisa ser ratificado pelo presidente da República para entrar em vigor. Os Céus Abertos Brasil-Estados Unidos recebem a aprovação final do Congresso Nacional quase sete anos depois de o acordo ter sido assinado pelos governos brasileiro e norte-americano.

Ao aprovar o Acordo de Céus Abertos se fortalece a competição entre as companhias aéreas, que podem abrir voos para cidades ainda não atendidas, oferecer melhores horários e conexões, expandir e fortalecer o transporte de carga e ainda aumentar a oferta de empregos nas indústrias de aviação e turismo. O acordo também facilita o comércio e atrai novos negócios, encorajando o aumento da produtividade e investimentos em infraestrutura no país. O acordo é pró-consumidor, pró-competição e pró-crescimento, pois estimula o comércio internacional, promove o desenvolvimento econômico e permite que companhias aéreas ofereçam aos consumidores um serviços mais barato, mais conveniente e eficiente.