De importância histórica na formação de MS, Coxim comemora 124 anos nesta segunda

ads

Localizada a 253 quilômetros de Campo Grande, a cidade de Coxim comemora nesta segunda-feira, 11 de abril, 124 anos de emancipação política, uma das poucas cidades de  criadas no século 19. Hoje com população estimada em pouco mais de 33 mil habitantes, Coxim tem sua força na agropecuária, sendo referência na região Norte como polo de comércio, serviços.

Com extensão territorial de 6.391,486 km², a cidade tem como prefeito Edilson Magro (PP), onde também já foi vice-prefeito entre 2013 e 2016.

A história de Coxim começa bem antes de sua emancipação política, decretada em 11 de abril de 1898. Foi em 1729, quando Domingos Gomes Beliago estabeleceu o Arraial de Beliago à margem direita do Rio Taquari com o intuito de atuar como entreposto das monções, expedições fluviais entre São Paulo a Cuiabá, responsável pela consolidação da fronteira oeste do Brasil.

Pela resolução 09 de 1862, Herculano Ferreira Vena, governador da província, criou o núcleo colonial de Taquari junto ao Arraial de Beliago, que teve a denominação de São José de Herculânea, que posteriormente foi denominada Coxim.

Foi elevada a distrito pela Lei nº 1 de 6 de novembro de 1872 e o município criado pela Lei nº  202, de 11 de abril de 1898. Comemora-se no dia 11 de abril sua emancipação política.

O turismo de  e o ecoturismo são aspirações naturais devido à abundância de recursos naturais preservados, entre  e Pantanal.

Nome

Coxim, ou Dores de Coxim, era a denominação que lhe dava o Estado de Goiás que pretendia firmar posse nesta parte de Mato Grosso. É derivado do dialeto Bororó, com o significado de peixe (Cojim = Peixe).

ads
ads

Você pode gostar

ads
Nas noticias
Carregar Mais
ads
×

Powered by WhatsApp Chat

× Fale conosco pelo whatsapp!