Design e sustentabilidade em busca de um futuro melhor

No ano de 2015 a Toyota anunciou que se comprometia oficialmente a vender apenas carros híbridos ou alimentados por célula de combustível até o ano de 2050. E, sem sombra de dúvidas, a marca japonesa tinha know how para fazer o desafio, já que o Prius (em destaque na imagem acima), modelo fabricado pela Toyota que une economia e sustentabilidade foi por muito tempo um dos veículos híbridos mais vendidos no mundo.

No final do ano passado, a marca deu um passo além na sua proposta sustentável e se comprometeu a apresentar aos consumidores mais de dez modelos puramente elétricos já no início da próxima década. E as previsões da Toyota são otimistas, já que segundo dados divulgados pela montadora a estimativa até 2030 é de comercializar aproximadamente 5,5 milhões de veículos eletrificados, sendo o total de um milhão de carros movido inteiramente a bateria ou a hidrogênio.

A estratégia da montada vem diretamente ao encontro do aumento da exigência dos clientes e, também, das novas legislações ambientais em diversos países do mundo. A China, que atualmente se constitui como o maior mercado automotivo do planeta, tem a expectativa de acabar com o comércio de veículos que utilizam combustíveis fósseis até o ano de 2040. Reino Unido, França e Índia são algumas das potencias mundiais que já adotaram medidas restritivas para a venda de veículos que produzem emissões.