EM BONITO, ‘ANA RAIO’ COMEMORA 30 ANOS DA NOVELA PLANTANDO IPÊ AO LADO DE ‘ZÉ TROVÃO’

ads

"Além de simbolizar a comemoração de três décadas da novela, dando nome ao local visitado por turistas de “Ana Raio (Ipê Lilás) Zé Trovão (Ipê Amarelo"

 

Por Matéria Exclusiva, Kemila Pelin

Ipê amarela plantado há 20 anos por Almir Sater e Waldemar Martins.

BONITO - MS - Eterna Ana Raio, Ingra Lyberato, de 53 anos, retornou a Bonito após 20 anos, na companhia do filho Guilherme Leindecker (16 anos).
Hospedada na casa sede do Rio Formoso Hotel Fazenda, pelo proprietário e jornalista Bosco Martins, a atriz fez uma comemoração simbólica dos 30 anos da novela que marcou época e foi exibida em 1990 pela Rede Manchete, voltando a fazer sucesso no SBT, marcando ainda a carreira de seu parceiro e também protagonista Almir Sater.
Na última sexta-feira, dia 31 de janeiro, Ingra, o jornalista e o filho da atriz comemoraram as três décadas da “História de Ana Raio e Zé Trovão” plantando um Ipê Roxo, ao lado de um Ipê Amarelo, já existente na propriedade e que foi plantado há duas décadas pelo compositor Almir Sater e pelo pai do jornalista, o ambientalista Waldemar Martins (in memórian). Além de simbolizar a comemoração de três décadas da novela, dando nome ao local visitado por turistas de “Ana Raio (Ipê Lilás) Zé Trovão (Ipê Amarelo), é uma singela homenagem ao pai do jornalista e à natureza, disse ela: “Será um pedacinho de Ana Raio e Zé Trovão em Bonito e para mim tem um significado especial, porque é também uma homenagem ao “seo” Waldemar, que foi quem plantou com o Almir o Ipê amarelo que já tem aproximadamente 18 metros de altura. Agora a outra muda completa todo esse simbolismo”.  Solteira após dois casamentos (com o diretor Jayme Monjardim e com o músico Duca Leindecker, pai do seu único filho, Guilherme), a atriz baiana, filha de cineastas, não fugiu ao DNA e com apenas 7 anos estreou no cinema. Com 14 trabalhos na TV e 16 no cinema, ela ficou marcada com a personagem Ana Raio, sendo até os dias atuais “confundida” com a personagem. Suas férias no Mato Grosso do Sul, confirmaram o estrondoso sucesso que até hoje permanece. Foram 15 dias e além de Bonito ela e o filho já haviam tirado uma semana para “matar saudades do Pantanal e dos amigos, onde também trabalhou em outra novela marcante, “Pantanal” dirigida por seu ex-marido Jaime Monjardim.Hospedada na fazenda de Almir Sater, ela passou uma semana andando de cavalos, barco, avião e jipe, visitando as fazendas vizinhas, entre elas a fazenda do parceiro e compositor Guilherme Rondon. “Rimos muito, pois lá no Pantanal ninguém me chama pelo nome, inclusive o Almir e seus amigos, é Ana Raio mesmo!” Se diverte contando.
Avessa a entrevistas, em Bonito ela não atendeu a imprensa. Do tempo em que ficou afastada dos holofotes, Ingra escreveu autobiografia sobre o “Medo do Sucesso” e antes de partir, ainda em Bonito, falou com exclusividade ao programa “Prosa & Segredos” exibido pela TVE Cultura MS, apresentado por Bosco e que irá ao ar em março.
No programa, ela se emociona ao falar de sua estada em Bonito e Pantanal, fazendo diversas revelações,  como de seu futuro na TV, quando estreará na próxima novela da TV Record, em abril. Gênesis, sua próxima novela quer bater recorde e é um grande desafio, pois vai retratar a recriação bíblica da humanidades e eventos como o dilúvio.
A produção será superlativa em números com vários diretores e mais de 200 artistas contratados.  Após sua última participação em novela ter sido a global ‘Segundo Sol’ em 2018, Ingra revelou em primeira mão já estar escalada para entrar na segunda fase de Gênesis, onde viverá uma das esposas de Jacó: “a novela Gênesis tem  a dramaturgia bíblica escrita pelo autor Emílio Boechat e tem direção geral de Edgard Miranda. Eu inclusive, achei uma bíblia enorme aqui na casa do Bosco,  e passei uns bons momentos  estudando a minha personagem,  fui ler sobre a vida  de meu marido na novela que será o  Jacó,  e estudei mesmo e foi ótimo, porque o tema bíblico é bastante contemporâneo”,  disse ela  ao lembrar  que a trama se baseia na inveja entre os filhos de Jacó.
Regina Duarte na Cultura
A nomeação de Regina Duarte para assumir a Secretaria Especial de Cultura também foi abordada na entrevista. Ingra recebeu com otimismo a escolha, após a grave crise que culminou na demissão do dramaturgo Roberto Alvim. A atriz disse ao jornalista disse que "o mais importante para o setor do audiovisual  é o prosseguimento de suas políticas públicas, já que falamos de uma das mais importantes áreas da indústria brasileira e contribui fortemente para a economia".
Segundo ela, "qualquer interrupção representa um verdadeiro desmonte de conquistas de anos e Por isso e por ser artista, torço para que   a Regina Duarte faça  um bom trabalho, ela  é do nosso meio, tem anos de carreira,  creio que defende a liberdade de expressão e, no passado, participou e de campanhas pela democratização do País”.
Ingra tem esperança que a atriz faça um bom trabalho na Secretaria Especial de Cultura. Ainda em Bonito, sempre acompanhada pelo filho e pela gestora de turismo Talita Cação, responsável por seus passeios, além de conhecer os principais pontos turísticos da região, reservou parte do tempo para conhecer a cidade, andar de bicicleta, ir a supermercados onde se encantou com os moradores e encantou a todos pela sua beleza, inteligência e simplicidade, retornando de ônibus a Campo Grande, onde pegou voo de volta ao Rio de Janeiro neste último domingo à tarde (2/2).
ads
ads

Você pode gostar

Vídeos Quentes
ads
Nas noticias
Carregar Mais
ads
× Fale conosco pelo whatsapp!