Hermès adotará estratégia de não aumentar preços mesmo com queda na receita

ads

Com os dados financeiros do ano passado já consolidados, a Hermès apresentou queda nos resultados do quatro trimestre. Conforme as informações divulgadas, as vendas totais nos três meses finalizados em dezembro foram de 2,38 bilhões de euros. Ainda que este valor seja positivo, a previsão que existia anteriormente é que o total ultrapassasse 2,50 bilhões.

O CEO da marca francesa, Axel Dumas, em uma entrevista à rede de comunicação CNBC, informou ao mercado que apesar dos resultado aquém do esperado, não haverá nenhuma espécie de aumento nos tradicionais itens da grife para compensar as perdas. De acordo com Dumas, um dos aspectos que possibilitam à Hermès não inflacionar seus produtos é o sistema de produção artesanal, o que a torna menos vulnerável às oscilações do mercado.

“Temos inflação muito limitada porque nossa principal ferramenta para criar nossas bolsas é costurar à mão. Não há nenhuma estratégia para criar crescimento por meio de aumentos de preços desnecessários” informou o CEO.

Ainda durante a entrevista, Axel Dumas reafirmou que a Ásia se tornou um mercado prioritário para a grife francesa. “A China tem sido um dos nossos principais mercados compradores ultimamente, assim como os EUA e o resto da Ásia”. O executivo ainda acrescentou que o e-commerce da marca vem registrando um crescimento contínuo, sendo atualmente responsável por 78% das vendas para novos clientes. “Depois do lockdown, quando as lojas reabriram, a dinâmica do comércio eletrônico não mudou”, finalizou.

 

Crédito da imagem: Hermès/Reprodução.

ads
ads

Você pode gostar

ads
Nas noticias
Carregar Mais
ads
×

Powered by WhatsApp Chat

× Fale conosco pelo whatsapp!