Leitura pode aliviar o estresse do #FicaEmCasa

ads

A rotina de pessoas em todo o mundo mudou por conta do coronavírus e, em Campo Grande, não foi diferente. Manter a mente sã virou um dos principais desafios para quem está em isolamento social e ficou limitado nas 4 paredes de casa.

Os livros podem virar aliados na hora de desligar a chave e dar aquele empurrãozinho para relaxar a cabeça. Como dizia Monteiro Lobato: escrever é construir castelos, ler é morar nele. Ou seja, é possível sair de casa nas linhas de uma boa obra.

A pandemia também trouxe a facilidade de adquirir livros sem sair de casa. Diversas livrarias da Capital já estão oferecendo, além do DriveThru, a vantagem de levar o título escolhido no conforto da casa dos clientes.

Os amantes das séries

Quem curte maratonar, mas quer se entreter de outra forma, Stranger Things saiu da tela do seu smartphone, direto para o papel em “Raízes do Mal”, de Gwenda Bond. É a primeira história oficial do universo paralelo da série e conta sobre o passado sombrio da mãe de Eleven. Além de ser uma dica da Leitura do Shopping Campo Grande, está disponível também nas lojas Americanas, no mesmo local.

Se não quiser perder tempo e já adquirir o volume II do Stranger Things, “Cidades nas Trevas”, não precisa se descabelar. Quem assistiu a terceira temporada da série, roeu todas as unhas, ansioso por respostas.  O título promete revelá-las.  Eleven descobre segredos perturbadores do passado de Jim Hopper. Bem, mas aqui não vai ter qualquer spoiler. Investir R$ 49,90 é em conta para ter informação privilegiada.

Ah! O amor….

Quem não resiste a uma história de amor, nunca deixaria de lado um livro da Jojo Moyes. A novidade é o título “Um caminho para a liberdade”. Só que o livro conta uma história romântica diferente das convencionais. A sororidade feminina e o amor pela comunidade são os destaques da obra. A história é inspirada em fatos reais e fala de lealdade, independência e justiça. O texto conta sobre cinco amigas que tem o compromisso de levar livros a uma cidade carente. Prepara os lencinhos, as lágrimas são parte da leitura!

Lucinda Riley é uma das autoras queridinhas para os amantes do gênero. Na obra “A Sala das Borboletas”, ela mescla o passado e o presente e conta a história de uma senhora de 70 anos, com dois filhos que reencontra seu amor de 50 anos atrás. Love Story de tirar o fôlego. O livro custa R$ 54,90 na Leitura do Shopping Campo Grande.

Ajude-nos com o isolamento!

As obras de auto-ajuda estão fazendo sucesso nesse período. Quem precisa esquecer um pouco do home office e precisa de uma rotina equilibrada para os dias de isolamento, a obra “O Milagre da Manhã” (R$ 39,90), de Hal Elrod, explica os benefícios de acordar cedo e desenvolver todo o nosso potencial e as nossas habilidades, antes das 8 horas da manhã. A obra promete alcançar sucesso tanto na vida pessoal quanto profissional.

Outra obra que é considerada uma leitura técnica, mas é também de auto-ajuda, é “Especialista em Pessoas – Soluções bíblicas e inteligentes para lidar com todo tipo de gente” (R$ 44,90), de Tiago Brunet. Você nem precisa ler o resumo para ansiar adquiri-lo, o título descreve bem o que trata o autor: o verdadeiro desafio está em administrar o outro e valorizar no próximo a qualidade. Ele ainda aponta que a felicidade está no próximo e, por isso, é preciso investir nas relações, sejam elas profissionais ou pessoais.

Verde e Amarelo para colecionar

Para quem adora os autores nacionais, “Contos Essenciais”, de Machado de Assis, está com uma capa linda. Livro para colecionador! Além de apreciar alguns contos que foram publicados apenas em periódicos, a obra pode ser deixada na mesa de centro da sala. R$ 79,90.  Para quem é um fã de Machado de Assis, tem um box fantástico do autor intitulado “Todos os Contos”. Nele vai encontrar mais do que contos: as novelas e a seleção do próprio autor do que publicou nos jornais. O box com os três livros, separados cronologicamente, custa R$ 169,90.

Clarice Lispector, além da capa que traz o olhar da autora, reúne “Todos os Contos”, numa única edição. A autora naturalizada brasileira atravessou barreiras geográficas e é considerada uma das maiores escritoras do século XX. Essa obra foi lançada em 2015, nos Estados Unidos, e esteve entre as mais vendidas e figurou entre as mais importantes pelo The New York Times.  A obra custa R$ 79,90.

Livro para quem não gosta de ler

Sabia que tem livro para quem não gosta de ler? Pois é, tem! Conforme o sócio-gerente da Leitura, Wander César de Lima, os livros de pintura são os mais vendidos. Alguns já até esgotaram, mas tem também os livros de caligrafia. A moda dos bullets ainda persiste e as letras e a forma de diferenciar o “A Fazer”, “Filmes Assistidos” e “Séries”, tem levado alguns “leitores não leitores” a adquirir as obras. “Caligrafia para relaxar” custa R$59,90 e é uma boa para deixar e dia sua agenda para o fim da quarentena.

ads
ads

Você pode gostar

Vídeos Quentes
ads
Nas noticias
Carregar Mais
ads
×

Powered by WhatsApp Chat

× Fale conosco pelo whatsapp!