Não se esqueça

O forte calor no Brasil tornou o ar-condicionado um item quase que indispensável para os veículos automotivos. Entretanto, a falta de manutenção pode ser prejudicial ao veículo e à saúde dos motoristas. Confira as dicas do gerente dos Centros Automotivos Porto Seguro, Marcos Iombriller sobre como avaliar o estado do ar e realizar sua manutenção. (Da redação)

Quando é necessário realizar a manutenção do ar-condicionado do veículo? 
A manutenção deve ser realizada a cada seis meses ou 30 mil quilômetros. O motorista também deve ficar atento e observar se, ao ligar, há mau cheiro e também se os passageiros começam a espirrar e respirar com dificuldade. Outro ponto de alerta do veículo é o vazamento do gás, utilizado no sistema do ar-condicionado, que pode ser percebido pela demora do esfriamento. Esses são alguns indícios que mostram que o ar-condicionado do carro precisa de manutenção.
Como é feita a manutenção do ar-condicionado?
A manutenção do ar-condicionado é, geralmente, realizada em duas partes: higienização e limpeza da tubulação. A primeira envolve a troca do filtro de partículas. Já a segunda é feita por meio de um spray próprio, sendo homologado pelas montadoras. Ao levar o automóvel para manutenção, é necessário que o motorista fique atento as condições das mangueiras e da pressão do gás.
Usar o ar-condicionado constantemente realmente gasta mais combustível?
Sim. No entanto, o motorista pode ter alguns cuidados para diminuir o consumo de combustível, como manter o filtro do ar-condicionado em boas condições, fazendo que o equipamento não precise exercer um esforço maior que o necessário.
Uma curiosidade é que, principalmente nas estradas, os motoristas abrem os vidros e desligam o ar, acreditando na economia, mas o efeito é totalmente o contrário. Isso ocorre porque o fenômeno afeta a aerodinâmica do veículo, em especial em velocidades acima de 70km/h, impactando no consumo de combustível, podendo tornar-se ainda maior que com o uso do ar.
E se o motorista nunca liga o ar? Há problema?
O ar-condicionado possui lubrificação em seus componentes e a inatividade do equipamento pode acabar comprometendo sua eficiência, além de danificar componentes, como: compressor, pistões, condensador, evaporador e também cilindros. Por isso, é recomendável a utilização do ar-condicionado de vez em quando.
É realmente necessário desligar o ar-condicionado quando tiver perto do destino? 
Sim. Isso porque o desligamento do ar antes de chegar ao destino, pode ajudar a desumidificar o sistema e diminuir a probabilidade do surgimento de fungos.