NOVA ANDRADINA ESTA PREPARADA, SE CASO CHEGAR SUSPEITOS COM CORONA VÍRUS, DIZ NOBERTO FABRI

ads

A cidade já possuí um protocolo e ainda vamos reforçar o treinamento, comenta o gestor do Hospital Regional

Norberto Fabri, diretor da Funsau (Fundação de Saúde de Nova Andradina), mantenedora do Hospital Regional, esclarece dúvidas sobre a mais recente pandemia do coronavírus, que começou na China e preocupa o mundo inteiro, e como a cidade de Nova Andradina se prepara para receber a doença.

De acordo com o diretor e com base nas informações do Ministério da Saúde, ainda não há nenhum caso positivo no Mato Grosso do Sul, mas o setor de saúde sabe que o vírus vai chegar. "Infelizmente vamos ter essa transmissão comunitária, já foram notificados mais de 30 casos, hoje no Estado existem sete suspeitos, sendo quatro em Campo Grande, um em Dourados, um em Três Lagoas e um vindo da Itália", ressaltou.

"Estamos seguindo o protocolo do Ministério da Saúde, online, contato direto com o grupo condutor da emergência do Covid-19 em Campo Grande e conforme as atualizações que o Ministério vem fazendo, a gente vai acompanhando para estarmos se preparando para essa situação. Nova Andradina já possuí um protocolo, vamos reforçar o treinamento, tanto da nossa 'porta' quando da nossa equipe interna. Temos alguns quartos pré definidos para bloqueio dos infectados. As vezes também pode ter quarentena domiciliar, dependendo da sintomologia, temos feito essas ações aqui para que o nosso paciente possa ser conduzido da melhor forma, obviamente não sabemos ainda a dimensão da doença, por isso solicito àquele que não esteja realmente doente, que evite ir no hospital, evite aglomeração desnecessária", enfatizou Fabri.

Noberto Fabri afirmou ainda que há uma classificação de risco que vai definir o paciente suspeito e encaminha-lo ao tratamento da melhor forma. A maioria dos casos são assintomáticos, e outros são sintomas leves como resfriado ou gripe. Ainda não há remédio contra o Covid-19, o que será tratado é a sintomologia, que é a dor, a febre, porque como se trata de um vírus, é necessário um antiviral específico, até então indisponível no mercado.

"No Hospital Regional temos estoque de máscaras NR95 para os servidores, óculos de proteção e outros EPIs (Equipamentos de Proteção Individual). Quando o paciente chegar já vai colocar a máscara para evitar disseminação no ambiente hospitalar".

 

Como evitar o contágio

Evitar contato físico, cumprimentos. O Covid-19 é transmitido por gotículas, por isso também é importante não tossir em ambiente aglomerado, sempre higienizar as mãos e antebraços — vírus não resiste a água e sabão ou álcool em gel. São essas providências simples que fazem a diferença. Reforçar essas medidas sanitárias para se preservar é fundamental.

O diagnóstico do Coronavírus no Estado é feito pelo Lacen (Laboratório Central) de Mato Grosso do Sul.

ads
ads

Você pode gostar

Vídeos Quentes
ads
Nas noticias
Carregar Mais
ads
×

Powered by WhatsApp Chat

× Fale conosco pelo whatsapp!