Padastro que estuprou enteada de 10 anos durante 2010 e 2014 em aldeia indígena é condenado em MS

ads

De acordo com a Delegacia de Atendimento à Mulher (DAM), o homem, de 41 anos, foi condenado a 14 anos, 4 meses e 24 dias.

Um homem de 41 anos, que estuprou a enteada por vários anos, foi condenado, nesta quarta-feira (4). O agressor foi sentenciado a 14 anos, 4 meses e 24 dias de reclusão, em regime fechado, pela prática de estupro de vulnerável.

O mandato de prisão foi cumprido pela Delegacia de Atendimento à Mulher (DAM), em Aquidauana (MS), a 141 km de Campo Grande. A DAM informou que o padastro e a criança residiam em uma aldeia indígena, onde os crimes ocorriam.

Ainda conforme a nota, a delegacia informou que o crime de estupro foi denunciado em 2014, na época em que a vítima tinha apenas 14 anos. Porém, os abusos eram sofridos pela criança desde que ela tinha 10 anos, em 2010.

Um homem de 41 anos, que estuprou a enteada por vários anos, foi condenado, nesta quarta-feira (4). O agressor foi sentenciado a 14 anos, 4 meses e 24 dias de reclusão, em regime fechado, pela prática de estupro de vulnerável.

ads
ads

Você pode gostar

Vídeos Quentes
ads
Nas noticias
Carregar Mais
ads
×

Powered by WhatsApp Chat

× Fale conosco pelo whatsapp!